Espelho meu, espelho meu: Há alguém que gaste mais por mês do que eu?

As estatísticas de finanças pessoais são fundamentais tanto para bancos e consultores financeiros como para os seus clientes. Neste artigo faço um apanhado de um método estatístico que desenvolvi recentemente em colaboração com colegas e que foi motivado por uma questão colocada por uma empresa da fintech: "Como é que comparo estatisticamente as despesas de um dos utilizadores da nossa plataforma com as de outros que ganham aproximadamente o mesmo?" A metodologia desenvolvida envolve uma extensão do conceito de regressão não paramétrica através de métodos de núcleo na qual o regressor é censurado.


Para ver o artigo na íntegra, por favor efectue login.
Gazeta nº 195, pág. nº 45 | Categoria: Matemática para a Indústria e Inovação | Palavras-Chave: finanças, estatística, despesas,
Autor(es): Miguel de Carvalho |