Falta de dinheiro e perseguição política: as fracas razões do atraso da matemática portuguesa

Falta de dinheiro e perseguição política: duas razões habituais para justificar os fracassos da matemática portuguesa durante o século XX. O que diziam, contudo, os matemáticos portugueses durante a ditadura? E que influência tiveram as afiliações políticas na opinião dos mesmos? Como procurarei mostrar, não são apenas as externalidades como a falta de financiamento ou a PIDE que justificam a subalternidade científica portuguesa neste período, mas também a resistência à mudança por parte da própria corporação universitária.


Para ver o artigo na íntegra, por favor efectue login.
Gazeta nº 198, pág. nº 31 | Categoria: História da Matemática | Palavras-Chave: matemáticos portugueses, ditadura,
Autor(es): Manuel Xavier |