A matemática que previne doenças

O ano de 2017 foi cheio de tragédias, uma se sobrepondo a outra. Já quase não nos lembramos da epidemia de sarampo, que depois de uma pausa de vários anos voltou a matar em Portugal. Epidemias graves, de uma doença que se julgava extinta, também ocorreram noutras regiões do globo. A quase-extinção foi obra de um esforço coletivo, onde um conceito matemático teve um papel central: a imunidade de grupo.


Para ver o artigo na íntegra, por favor efectue login.
Gazeta nº 184, pág. nº 15 | Categoria: Na Linha de Frente | Palavras-Chave: vacinas, imunidade de grupo, Bernoulli
Autor(es): Fabio Chalub |