O Meu Galo é Bom Cantor

Um casal de reformados mudou-se de cidade à procura da tão sonhada tranquilidade. Mas um galo na vizinhança não os deixava dormir. Será que os protagonistas de um dos mais exóticos processos da justiça francesa nos podem inspirar a falar de matemática?


Para ver o artigo na íntegra, por favor efectue login.
Gazeta nº 189, pág. nº 18 | Categoria: Na Linha de Frente | Palavras-Chave: Teoria de jogos
Autor(es): Fabio Chalub |